VOCÊ SABE O QUE É EFLUENTE? POR QUE TRATAR OS EFLUENTES?

Você sabe o que é efluente?

Efluente é o termo dado a água poluída “suja” proveniente das diversas atividades humanas. O Efluente Líquido pode ser divido em Efluente doméstico, Efluente Industrial, Águas Pluviais e Percolados de Aterro Sanitário.

Efluente doméstico é caracterizado após o uso da água com hábitos higiênicos (banho, escovar os dentes), necessidades fisiológicas (urina e fezes), restos de comida, lavagem de áreas comuns, etc. Sua composição inclui sólidos suspensos, sólidos dissolvidos, matéria orgânica, nutrientes (Nitrogênio e Fósforo) e organismos patogênicos (bactérias, protozoários e helmintos).

Efluente Industrial é caracterizado quando a água é proveniente de algum processo industrial, suas características químicas, físicas e biológicas variam de acordo com o ramo de atividade de uma indústria ou estabelecimento. Os efluentes da agroindústria e indústria alimentícia em geral, são ricos em matéria orgânica ao passo que outros ramos industriais tendem a produzir efluentes com compostos químicos.

Águas pluviais urbana: São os carreados pela lavagem do ambiente urbano promovida pelas águas de chuvas. São formados por detritos orgânicos, fuligem de hidrocarbonetos dos combustíveis, óleos e graxas dos veículos, além de inúmeras substâncias provenientes do desgaste dos pneus, asfalto e construções em geral.

Águas Pluviais rural: São os decorrentes diretamente das atividades agrícolas. Em geral são ricos em compostos como nitrogênio, fósforo e enxofre, provenientes de adubos, e substâncias químicas tais como inseticidas, fungicidas, herbicidas. Os poluentes decorrentes das atividades agrícolas atingem os corpos d'água após passarem pelo solo, de onde são retirados pela ação das águas de corrimento superficial e subterrâneas.

Percolados de aterro sanitários: Os vários depósitos de resíduos sólidos produzem um efluente (chorume) extremamente concentrado em matéria orgânica, outras substâncias químicas e metais pesados. Muitas destas substâncias são geradas em processos de degradação aeróbica e anaeróbica que ocorrem nestes lugares.


Por que tratar os efluentes?

Cada vez mais empresas públicas e privadas, fazem o tratamento de águas residuais oriunda de atividades industriais e doméstica, para assim fazer descarte apropriado e reduzir os impactos desse uso aos corpos hídricos e ao meio ambiente.

Os motivos que levam as empresas a tratarem seus efluentes são: leis rígidas com multas caras; consumidores mais exigentes que escolhem produtos e empresas focadas e preocupadas com o meio ambiente em geral.

Algumas empresas vão além da legislação e seguem fielmente boas práticas ligadas ao meio ambiente como estratégia de mercado, com o intuito de agregar valor à marca e ganhar identificação dos consumidores com os seus valores e propósitos, assim convertendo em receita.

O principal motivo de se tratar o efluente é minimizar o prejuízo causado a natureza e assim preservar para que as gerações futuras possam desfrutar dos bens naturais. Por isso deve-se conscientizar toda a população, principalmente as crianças que são o futuro da nação.


Autora: Viviane Cardoso de Oliveira


Vamos mostrar ao seu cliente que você se preocupa com a água e o meio ambiente?

Entre em contato, nós da FOXWATER temos uma solução para tratar o seu efluente e assim todos vêm qual é o seu diferencial de mercado frente aos seu concorrentes.

www.foxwater.com.br

Tel: +55(19)98813-3339

Vendas@foxwater.com.br


FONTE BIBLIOGRÁFICA:

·METCALF & EDDY, Inc. Wastewater engineering: treatment and reuse. 4.ed. New Delhi: McGraw Hill, 2003. 1819p.

·VON SPERLING, M. Princípios do Tratamento Biológico de Águas Residuárias – Introdução á qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. DESA – Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, v.4,8, 1998