ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES PARA ABATEDOUROS E FRIGORÍFICOS

A indústria de alimentos é uma das que mais consomem água, em específico a de frigoríficos e abatedouros são responsáveis pela geração de grande volume de efluentes com alta carga orgânica.

O segmento industrial alimentício é um dos que mais crescem no Brasil, impulsionado pelas exportações para o mercado internacional, sempre em busca de atingir os padrões internacionais de qualidade.

Hoje o Brasil é maior exportador de carne bovina, com o maior rebanho comercial do mundo, estima-se que até 2025 também será o maior produtor de carne mundial. Sendo também um dos maiores produtores e exportadores de carne suína e de frango.

De acordo com o USDA - Departamento de Agricultura dos Estados Unidos - projeta que o Brasil continuará sua trajetória de crescimento atingindo 23% do total das exportações mundiais de carne bovina até 2028.

Esse acelerado crescimento no setor de alimentos de frigoríficos e abatedouros é ótimo para a economia, mas tem o fator ambiental que acaba sendo prejudicado. O setor de alimentos é um dos que mais consome água e produz efluentes com alta carga de matéria orgânica Infelizmente ainda existem empresas que descumprem a legislação e causam problemas ambientais.

Foto 01 ilustrativa: câmara fria de frigorifico.

Foto 02 ilustrativa: Lagoa de efluente de abatedouro.

Foto 03 ilustrativa: Rio contaminado por efluente inadequado.

Sendo assim é de extrema importância fazer o tratamento adequado e destinação final dos efluentes gerados.

Nesse segmento os efluentes gerados são ricos de matéria orgânica originada do abate e processamento de carne animal. Em geral as características do efluente tem altos níveis de DQO (demanda química de oxigênio), de DBO (demanda bioquímica de oxigênio) e de Nitrogênio Total (NT).

Os grandes volumes de água utilizados pela indústria de processamento de carne se devem as necessidades de se garantir altos níveis de higiene e um ambiente livre de agentes contaminantes.

Com a intenção de reduzir o uso de água doce existe o tratamento de água para reuso, então o efluente gerado no abate e processamento de carne é tratado para ser reutilizado no processo.

O tratamento de efluentes gerados em abatedouro e frigoríficos deve ter basicamente as etapas de:

·  Tratamento preliminar com separação de sólidos como pelos, penas, restos de ossos e vísceras.

·   Tratamento primário com sistema físico-químico de decantação e Flotação.

·  Tratamento secundário com sistema biológico anaeróbio, com sistemas de lodos ativados e aeradores.

·   Tratamento terciário ou avançado que depende das características necessárias para aplicação em reuso ou descarte do efluente tratado. Nesses casos mais complexos são empregados etapas mais específicos como exemplo processos avançados de oxidação (PAO), para um polimento final do efluente.

A FOXWATER é especialista em tratamento de efluentes industriais desde o mais simples ao mais complexo, seja do seguimento de alimentos, bebidas, químico, farmacêutico, tintas e solventes, entre outros.

A FOXWATER é comprometida com as suas atividades, com as comunidades e os reflexos que isso causa. Estando empenhada com as questões sociais e ambientais, apoiando a agenda 2030 da ONU e os objetivos de desenvolvimento sustentável. Estando diretamente envolvida com a universalização da Água e Saneamento no Brasil e no Mundo.

Para mais informações entre em contato com a FOXWATER, sempre temos um profissional pronto para atender você!

Telefone: (19) 3262-0733

Vendas@foxwater.com.br