Você já ouviu falar em Necrochorume? É um Efluente?

O que é chorume? Chorume é um resíduo líquido proveniente do processo de decomposição de matéria orgânica, como é o caso de Lixões e aterros sanitários. Com cor escura e odor irritante, também conhecido como percolado ou lixiviado e que é tóxico. (Continue lendo sobre o Chorume: https://www.foxwater.com.br/blog/9/voce-sabe-o-que-e-chorume ).

Oque é Necrochorume? Um pouco de História e religião:

Entre o Século V e XVIII os sepultamentos eram realizados nos terrenos das igrejas ou a sua volta, pois acreditava-se que quanto mais próximo dos santos mais protegidos estariam no dia do juízo final, para garantir um lugar no Céu. Se o finado fosse membro da igreja ou de posição importante social ou política poderia ser sepultado no interior da igreja.

No século XVIII iniciou-se na Europa a preocupação com a higiene. Em virtude dos vapores com mau odor oriundos dos mortos em decomposição e a preocupação de contaminação por doenças, ocorreu a mudança dos cemitérios das áreas centrais para as mais periféricas. A administração continuou sendo da igreja, os cemitérios ganharam organização com quadras numeradas e túmulos com nomes e datas de falecimento. Os túmulos faziam jus conforme a posição social e/ou política que ocupava o falecido e a sua família.

No Brasil essa prática foi comum até a segunda metade do século XIX, até que em 18/10/1828 foi promulgada por Dom Pedro I a Lei Imperial de Estruturação dos Municípios, sendo assim as Câmaras Municipais ficaram encarregadas pelas questões de saúde pública. Isso incluía as construções do cemitérios, que deviam ser afastados da região central, e consequentemente longe das igrejas já que essas normalmente eram o marco Inicial de fundação da maioria dos municípios e estão na região mais central para facilitar o acesso de seus fiéis.

As preocupações com a higiene e a saúde pública eram reais, ainda mais em épocas em que várias doenças, que hoje estão extintas ou controladas, faziam muitas vítimas. Essas preocupações permanecem até os dias atuais com questões que se estendem a poluição, impactos ambientais e toxidades ao ser humano.

Atualmente existe legislação especifica a RESOLUÇÃO Nº 335, DE 3 DE ABRIL DE 2003 do CONAMA, fazendo as considerações relativas ao processo de licenciamento ambiental de cemitérios. Incluindo as etapas comuns a qualquer licenciamento: Licença Prévia, Licença de Instalação e Licença de Operação, podemos citar:

Túmulo de rei dentro de um santuário religioso.

“MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE DOU de 28/05/2003 (nº 101, Seção 1, pág. 98)

(...)

Art. 3º - Na fase de Licença Prévia do licenciamento ambiental, deverão ser apresentados, dentre outros, os seguintes documentos:

I - caracterização da área na qual será implantado o empreendimento, compreendendo:

c) estudo demonstrando o nível máximo do aqüífero freático (lençol freático), ao final da estação de maior precipitação pluviométrica;

d) sondagem mecânica para caracterização do subsolo em número adequado à área e características do terreno considerado; e

(...)

§ 3º Excetuam-se do previsto no parágrafo anterior deste artigo, cemitérios horizontais que:

(...)

IV - localizem-se em áreas de manancial para abastecimento humano.

(...)

Art. 4º - Na fase de Licença de Instalação do licenciamento ambiental, deverão ser apresentados, entre outros, os seguintes documentos:

(...)

II - projeto executivo contemplando as medidas de mitigação e de controle ambiental.

Art. 5º - Deverão ser atendidas, entre outras, as seguintes exigências para os cemitérios horizontais:

I - a área de fundo das sepulturas deve manter uma distância mínima de um metro e meio do nível máximo do aqüífero freático;

(...)

IV - a área de sepultamento deverá manter um recuo mínimo de cinco metros em relação ao perímetro do cemitério, recuo que deverá ser ampliado, caso necessário, em função da caracterização hidrogeológica da área;”

Nos trechos acima citados da RESOLUÇÃO CONAMA nº 335, de 3 de abril de 2003 foram selecionados aqueles que fazem referência ao resíduo líquido gerado pela decomposição e possíveis contaminações de corpos hídricos. Esse líquido recebe o nome de necrochorume, muito parecido com o Chorume de aterro sanitário porem com características diferentes na composição, apresentando água, matéria orgânica, metais e possíveis agentes infecciosos como vírus e bactérias. O necrochorume é formado entre o quinto e o sexto mês após o sepultamento.

Podemos destacar na implementação de um cemitério a importância de se manter distância de lençóis freáticos e corpos hídricos, além da análise do solo, pois se a absorção do solo for muito alta a água da chuva pode levar o Necrochorume até os lençóis, rios e lagos; ou ocorre o contrário, o lençol freático transborda e atinge o Necrochorume próximo da superfície.

Existem métodos e tratamentos para o Necrochorume e dentre esses temos: Filtros biológicos que consomem a matéria orgânica antes dessa chegar em contato com o lençol freático. Pastilhas que também são bactérias que consomem a matéria orgânica. Já as mantas são feitas de celulose em pó que absorvem o líquido e vira um gel impedindo a absorção do líquido pelo solo ou sua lixiviação.

Nota: o texto da RESOLUÇÃO CONAMA nº 335, de 3 de abril de 2003 sofreu duas alterações, uma com a RESOLUÇÃO CONAMA nº 368, de 28 de março de 2006 e com a RESOLUÇÃO CONAMA no 402, de 17 de novembro de 2008.

Consulte as resoluções abaixo:

RESOLUÇÃO CONAMA nº 368, de 28 de março de 2006: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=488

RESOLUÇÃO CONAMA no 402, de 17 de novembro de 2008: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=590

Fonte:                                                                                                                                                                                   
Livro: Manaus: entre o passado e o presente, Volume 1 - Por Durango Duarte                                                                                                                     
http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=359                                                                                                     
http://www.snh2013.anpuh.org/resources/anais/27/1364627658_ARQUIVO_OFIMDOSENTERRAMENTOSNAIGREJAEACONSTRUCAODOCEMITERIOEMMARAGOGIPE.pdf

https://2engenheiros.com/2018/05/15/o-que-e-necrochorume-e-quais-sao-os-seus-impactos-ao-meio-ambiente/

A FOXWATER é especialista em de tratamento de água e efluentes industriais e domésticos.     

Está presente no mercado a mais de 25 anos, atuando nacional e internacionalmente.

Possui profissionais especialistas, Tecnologias de última geração, Equipamentos automatizados, para tratamentos de efluentes como esgoto doméstico, esgoto industrial, chorume, água para reuso, desaguamento de lodo, descontaminação de águas subterrâneas, dessalinização e outros tipos de efluentes.

Para mais informações entre em contato com a FOXWATER, sempre temos um profissional pronto para atender você!

Telefone: (19) 3262-0730

Vendas@foxwater.com.br

https://www.foxwater.com.br/2/contato

QUER RECEBER NOSSAS PUBLICAÇÕES? DEIXE SEU CONTATO: