Qual a diferença entre Resíduos Sólidos e Líquidos?

Resíduo Líquido é igual a Efluente Líquido?

Essa questão pode parecer confusa, pois os estados físicos da matéria são bem claros: um sólido é sólido, líquido é líquido e gasoso é gasoso e “ponto final”.

Mas conforme vamos citar a seguir a legislação faz algumas considerações:

A lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010 – Política Nacional de Resíduos Sólidos, cita da seguinte forma:

“CAPÍTULO II - DEFINIÇÕES

Art. 3º Para os efeitos desta Lei, entende-se por:

(...)

XVI - resíduos sólidos: material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade, a cuja destinação final se procede, se propõe proceder ou se está obrigado a proceder, nos estados sólido ou semissólido, bem como gases contidos em recipientes e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d'água, ou exijam para isso soluções técnica ou economicamente inviáveis em face da melhor tecnologia disponível;”

Conforme citado acima na Lei nº 12.305/2010, um resíduo sólido é considerado sólido se o estado físico da matéria é: sólidos, ou semissólidos, ou gases em recipientes além de líquidos que não são apropriados para descarte na rede de esgoto doméstico.

Podemos citar também a Norma ABNT NBR 10.004/2004:

(...)

“DEFINIÇÕES (item 3)

3.1 Resíduos sólidos

Resíduos nos estados sólido e semi-sólido, que resultam de atividades de origem industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos nesta definição os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpos de água, ou exijam para isso soluções técnicas e economicamente inviáveis em face à melhor tecnologia disponível.”

Nessa Norma da ABNT citada temos também que desconsiderar os estados físicos reais da matéria e fazer considerações conforme a atividade que deu origem ao resíduo.

Então temos que alguns resíduos semi-sólidos, líquidos e gases podem ser considerados sólidos!

O Chorume é um resíduo líquido originário da decomposição de matéria orgânica de Aterros Sanitários, é um efluente que não pode ser descartado direto na rede de esgoto, pois deve receber tratamento apropriado para antes de ser descartado.

Filtro prensa: equipamento destinado a separação de sólido e líquidos através. Equipamento em operação Foxwater

E no caso de Resíduo Líquidos? Todo Resíduo Líquido é um Efluente Líquido? Isso seria pleonasmo?

RESÍDUO LÍQUIDO X EFLUENTE LÍQUIDO

Utilizando a mesma premissa acima da Lei nº 12.305/2010, se um resíduo líquido não pode ser tratado e descartado em corpo d’água ou na rede de esgoto é considerado um resíduo sólido. Sendo assim um determinado resíduo líquido pode ser considerado um resíduo sólido.

Efluentes Líquidos são líquidos que podem ser tratados e lançados em corpos d’água ou rede de esgoto sem que ocorra algum impacto ambiental significativo, como é o caso de efluente doméstico, que é um efluente e após seu tratamento em Estações de tratamentos (ETE).

Mas todo Efluente é líquido?

A resposta é não! É comum as pessoas fazerem essa associação de que efluente é um líquido, mas isso não é correto.

A foto acima é de um Filtro prensa com resíduo sólido, que é o lodo ativado prensado. Equipamento da FOXWATER em operação em estação de tratamento de Efluentes.

Efluente tem origem da palavra EFLUIR que quer dizer “Irradiar a partir de um ponto; correr, emanar, proceder: As águas do rio efluíam de uma pequena nascente. Havia uma intensidade em seu olhar que efluía.” Tem o sentido também de” Transformar-se (líquido) em vapor; evaporar-se, exalar-se, volatizar-se.” Então um efluente não é necessariamente um líquido, efluente é algo ou alguma coisa com origem determinada, que deriva ou provem de alguma fonte que o produz.

E uma Estação de tratamento de Efluentes, trata apenas Efluentes?

Temos que Efluente é todo material que sai de um processo, o Afluente é o contrário, todo material que entra em um processo. Por exemplo a água captada por uma indústria é um afluente, pois está entrando em um processo. Está mesma água após ser utilizada sai do processo, por tanto é um efluente.

Sendo assim a FOXWATER é uma empresa especializada em Fluentes industriais e domésticos e também em tratamento de afluentes como tratamento de água captada para consumo, dessalinização de águas subterrâneas e água do mar.

A FOXWATER é especialista em de tratamento de água e efluentes industriais e domésticos.     

Está presente no mercado a mais de 25 anos, atuando nacional e internacionalmente.

Possui profissionais especialistas, Tecnologias de última geração, Equipamentos automatizados, para tratamentos de efluentes como esgoto doméstico, esgoto industrial, chorume, água para reuso, desaguamento de lodo, descontaminação de águas subterrâneas, dessalinização e outros tipos de efluentes.

Para mais informações entre em contato com a FOXWATER, sempre temos um profissional pronto para atender você!

Telefone: (19) 3262-0730

Vendas@foxwater.com.br

https://www.foxwater.com.br/2/contato

QUER RECEBER NOSSAS PUBLICAÇÕES? DEIXE SEU CONTATO: